Boa Vista - Roraima | 99115-5266 - (95) 99115-5266

BARREIRA DO JUNDIÁ - Juiz federal notifica União para que se pronuncie sobre fechamento em até 5 dias

Categoria: Rorainópolis | 13.05.2020
BARREIRA DO JUNDIÁ - Juiz federal notifica União para que se pronuncie sobre fechamento em até 5 dias

O juiz Felipe Bouzada Flores Viana, da 2ª Vara Federal Cível e Criminal em Roraima, encaminhou nesta quarta-feira (13 de maio) despacho à União para que o Governo Federal se pronuncie, num prazo de 5 dias, sobre o pedido de liminar feito pelo prefeito Leandro Pereira, de Rorainópolis, para que seja feito o fechamento parcial do limite geográfico entre os Estados de Roraima e Amazonas.

A ação com o pedido de fechamento da barreira do Jundiá foi protocolada por Leandro Pereira na Justiça Federal na terça-feira (12). Conforme o pedido feito à Justiça Federal, a interdição seria por um período de 30 dias. A medida visa impedir a entrada, no município, de pessoas acometidas de Covid-19 vindas do Amazonas.

Segundo o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Roraima (Sesau), Rorainópolis contabiliza 57 casos confirmados da doença. O Estado do Amazonas é apontado pelo prefeito Leandro como a origem de muitos dos pacientes que chegaram ao município em busca de tratamento, ficando na casa de parentes e amigos.

Uma das justificativas apresentadas pelo gestor é que a barreira sanitária montada no Jundiá não retém devidamente as pessoas vindas do Amazonas, acometidas de Covid-19. Dessa forma, o número de doentes no município explodiu de meados do mês de abril para cá.

Leandro Pereira argumenta ainda que “o Hospital Regional Sul possui apenas um leito de UTI equipado com a ajuda do Município não tem estrutura para suportar um surto de pessoas infectadas, o que está na iminência de ocorrer, caso a BR-174 continue livre para passagem de todo e qualquer veículo particular”.

Com base nesses argumentos, o gestor pediu da Justiça Federal “o fechamento parcial da fronteira para trânsito de veículos pequenos [carro particular] pelo prazo de 30 dias, salvo moradores de Roraima, mediante a apresentação do comprovante de residência”. 

Por Luiz Valério, do Portal Roraima Post

Deixe seu Comentário